Moda

Menos é mais

6 de maio de 2014

 

A regra do “menos é mais” ganhou força nos anos 90, quando as pessoas atingiram o ápice do exagero na década de 80. Cabelos curtos e sem volume, roupas claras em tons lavados, caimentos perfeitos, cintura levemente deslocada e silhuetas enxutas marcaram a década ganhando adeptos até os dias de hoje.

O minimalismo caracteriza-se pela ausência do exagero e pelo reinado da simplicidade. Podemos elevar ainda mais o status desta referência, alçando-a ao nível de lifestyle, onde a pessoa adota essa simplicidade em todos os aspectos de sua vida.

Marcas como Jil Sander, Kenzo e Calvin Klein são algumas das que levantam a bandeira do minimalismo em suas coleções e campanhas, reforçando a importância do ser crítico e mais leve.

 

7e7687b373c9e9e94bfb7abcb80f6332

b0d1bf7b01cf40148a03d743eaa77ff9

c26f30377391ec1665977437ff9d4e23

d865c19c87a32efdb6d6db14f1f179ac

helmutbird2

Em matéria de decoração, o minimalismo dá um show à parte. Com suas formas retas e cores simples, este segmento abre espaço para a dicotomia ‘preto e branco’. Pequenas incursões pelas cores quebram a monotonia que, às vezes, podem resultar na ambientaão destes espaços.

Acompanhe conosco uma seleção:

minimalismo decoração (1)

minimalismo decoração (2)

minimalismo decoração (3)

minimalismo decoração (4)

minimalismo decoração (5)

minimalismo decoração (6)

minimalismo decoração (7)

minimalismo decoração (8)

Você pode gostar também