Maggda Veste, News

Tem música, dance.

14 de agosto de 2014

Ele novamente dança, não sabe o porquê, mas o ritmo leva-o para um lado desconhecido do paraíso, como se todos os problemas estivessem resolvidos.

Ao mesmo tempo em que gira, pensa histórias, imagina filmes próprios nos quais não há mocinho ou bandido. Apenas caminho e uma estrada, sem ver o que espera após a elevação que só permite ver o céu, ou bifurcações que o obriguem  escolher entre A ou B.

Isso acontece todas as vezes que liga o rádio, mais especificamente quando ouve Sam Smith cantando I’m not the only one. É nova, é popular demais para um senhor de 40 gostar; ele sabe, mas o balanço, como já disse, o faz esquecer, ao menos por enquanto.

Talvez precisamos de músicas novas todos os dias, que não nos deixem pensar em bifurcações antes do tempo, ou em tentar prever o que tem depois do aclive. Melhor continuar caminhando e olhar para o céu, pois ninguém sabe para que lugar se vai ao certo, apenas que existe sempre algum lugar. Que ao menos se possa caminhar ouvindo música.

 Clique sobre a imagem para ver o vídeo

imagem

Você pode gostar também