Saúde & Bem-estar

VIDA & SAÚDE | Acupuntura para o Alzheimer Por Denise Winkler

23 de março de 2016

Hoje, dia 23/03, é dia do acupunturista. Em comemoração, convidamos a profissional Denise Winkler para nos falar um pouco sobre esta técnica.

Acordar e não saber o que deve ser feito. Não lembrar quem são aquelas pessoas que estão tentando falar com você sobre como está o jantar. Passar horas a fio olhando para o nada, sem se importar com o que acontece ao seu redor. Ter dificuldade para andar da sala para o quarto. Estas são apenas algumas situações que um paciente com a doença de Alzheimer pode vivenciar. E a acupuntura pode ajudar, associada a outros tratamentos.

Características da doença de Alzheimer

Ainda não sabemos exatamente qual é a causa básica da doença de Alzheimer, mas sabemos que existe uma degeneração de células nervosas específicas, a presença de placas neuríticas e, consequentemente, perda de memória, dificuldade de comunicação, mudanças repentinas de humor e dificuldades de aprendizagem e relacionamento social, o que causa uma dependência grande para as tarefas mais simples do cotidiano. Com a população ficando cada vez mais idosa, o número de pacientes com Alzheimer progride.

A acupuntura pode favorecer as pessoas afetadas pelo problema, segundo Medicina Tradicional Chinesa as doenças neurodegenerativas são caracterizadas por uma deterioração progressiva. Suas manifestações clínicas são determinadas pela localização e pela gravidade de cada caso. Sua origem pode ser identificada na deficiência da essência do rim,órgão responsável pelo controle dos ossos e medula, pelo bloqueio do canal do cérebro ou ambos. Assim, o tratamento desse tipo de doença consiste em tonificar o rim e remover a estagnação do sangue.

Sintomas de Alzheimer tratados pela acupuntura
• Melhora das habilidades verbais

• Melhora das habilidades motoras

• Melhora da ansiedade, da depressão, do humor e da atenção, consequentemente, relacionamento social

• Melhora das dores crônicas comuns com o envelhecimento

Ao estimular pontos específicos do corpo do paciente por meio de agulhas descartáveis, e realizando procedimentos de acordo com estudos clínicos o acupunturista ativa regiões do cérebro que estão sofrendo com o Alzheimer, melhorando assim os sintomas.

O tratamento com acupuntura pode ser iniciado com 2 sessões por semana, de 30 minutos cada, durante 3 meses. Dependendo da evolução, é possível reduzir essa quantidade para uma sessão semanal.

Dicas saudáveis para pacientes com doenças degenerativas

– Diminua a quantidade de alimentos ingeridos em cada refeição. Pacientes obesos devem perder peso;
– Atenção ao nível de colesterol. Para reduzi-lo, utilize óleo vegetal em vez de óleo animal para cozinhar os alimentos;
– Coma mais carne branca (frango e peixes) e menos carne vermelha;
– Consuma quantidades adequadas de vegetais, principalmente os ricos em vitamina A, B1, B2, C e E;
– Prefira alimentos crus;
– Evite álcool e fumo;
– Pratique atividades físicas regularmente;
– Faça acupuntura

Denise Winkler é Acupunturista e Fisioterapeuta na cidade de Novo Hamburgo – Rio Grande do Sul.

Você pode gostar também