Eventos

EVENTOS | CJE – 5º ENCONTRO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ACI, por Lu Haubrich

26 de abril de 2017

“Todas as oportunidades vieram disfarçadas em forma de trabalho” – JORGE BISCHOFF
“É na adversidade que os fortes se destacam” – Gilson Lari Trennephol
“Empreender é fazer” – Roberto Sirotsky
“A colaboração como estratégia de negócio” – José Renato Hopf

O encontro de jovens empreendedores deste ano, promovido pela ACI e pelo seu Comitê de jovens empreendedores, foi inspirador.
Mais uma vez fomos surpreendidos pelas palestras do evento, que somam muito conhecimento e, tenho certeza, trazem inquietação para quem participa.
Sempre fui apaixonada por histórias empreendedoras – chorava ouvindo a do meu pai. Admiração é o que eu tenho por todos aqueles que buscam seus sonhos e objetivos, unindo forças e incentivando pessoas, em busca de um propósito e do sucesso e prazer que é ser profissionalmente realizado.
Preciso deixar aqui, além da minha apreciação pelas palestras em si, o agradecimento e o reconhecimento da ótima organização do evento – somos sempre muito bem recebidos pelo Comitê de Jovens Empreendedores da ACI!
Enfim… o que falar dos aprendizados durante o evento?! IN-CRÍ-VEL!

Começando pela primeira palestra, do Jorge Bischoff: exemplo de persistência, amor e força. Se alguém não se sentiu extremamente encantado pela história empreendedora do “estilista de Igrejinha para o mundo” que atire a primeira pedra. Jorge nos trouxe um pouquinho do que é pensar como empreendedor, as ações associadas a essa busca (eterna) de objetivos e de essência de um negócio – além de nos mostrar que a crise não é vista como crise por empreendedores excepcionais: é, sim, uma nova necessidade de adequação ao mercado.

Além disso, alguns pontos que me chamaram muita atenção nessa palestra, e que ficaram de ensinamentos e reflexão: que aprendizagem e conhecimento ninguém nos tira, e que foco, propósito e trabalho – muito, muito trabalho – são a base para o sucesso da sua marca e de qualquer empreendimento. Isso por que, desde o início de sua carreira, ao testar, fracassar, trabalhar muito e passar por inúmeras experiências – o que levantou Jorge e sua família do que ele chama de “ponto zero” (falência de sua primeira empresa) foi o CONHECIMENTO. Tudo o que eles tinham era o conhecimento e a experiencia para recomeçar.

Gilson Lari… que palestra essencial de se ver. Uma história de uma pessoa extremamente simples, de um coração enorme. O que o Gilson ensinou e ensina para essas novas gerações de empreendedores é que realmente desistir não deve fazer parte do vocabulário. Dono da StaraEvolução Constante (o slogan que, conforme ele, jamais ficará velho) nos contou muito sobre investimentos, busca por crescimento através da inovação e de adequação de tecnologias. Com isso, vieram anos e anos de dificuldades alternadas de alegrias, comemorações alternadas com noites sem dormir. Enfim, uma história de muita luta. Porém, uma coisa que ele nos ensina e muito bem: que a família é a base de tudo e que devemos acreditar no que fazemos e fazer com muito, muito amor…

Já o Roberto Sirotsky é um “fenômeno”. De atleta profissional de tênis a uma admirável carreira na área de marketing e soluções digitais. O trabalho da 3YZ (hoje pertencente ao grupo WPP) é incrível – resultado de muita dedicação e perfeição nos detalhes. O perfil de Roberto foi o que mais me chamou atenção. Foco e sabedoria ao lidar com as questões do dia a dia e a maior dica e exemplo: não se exaltar nos momentos de sucesso efetivo e não se desesperar nos momentos de dificuldade. Resultado, talvez, de sua carreira como atleta, essa visão equilibrada é muito necessária nos negócios e na vida. A pouco tempo, foi reconhecido pela revista FORBES como destaque brasileiro na categoria negócios com menos de 30 anos.

Roberto ainda tem um sonho: ser presidente do Grêmio. Deixo aqui minha admiração e a minha torcida por ele e claro, pelo meu time.

Última palestra do dia, mas não menos importante: José Renato Hopf, fundador da GetNet e da 4all – o app do momento.

Lançado no ano passado, o grande aplicativo da colaboração, veio para mudar muito a forma de utilizar a tecnologia a nosso favor no dia a dia. Para José Renato, o essencial de um negócio são sonhos aliados a planos, uma equipe bem formada e investidores estratégicos: fórmula básica para a busca da confiança no mercado. Além disso, ele acredita muito no poder da colaboração – do propósito, da causa, e de uma equipe disciplinada em torno desse mesmo objetivo.

Ao implementar o 4all, o principal foco foi o de diminuir o GAP digital entre a necessidade das empresas e as necessidades dos clientes. O objetivo aqui é uma plataforma que integre as empresas e ofereça facilidades para elas e para seus clientes. Com isso, através de parcerias, sua busca vai ao encontro do fortalecimento do ecossistema empreendedor – o que fomenta muito essa área e traz oportunidades para novos negócios. Essa nova fase de colaboração, cocriação e co “muito mais coisas” está cada vez mais em voga e tem tudo para trazer apenas benefícios para quem adere a prática de compartilhar conhecimento, estrutura, mão de obra, etc.

Falando nisso, a troca de experiências, como é oferecida nesse evento incrível, é muito necessária. Principalmente para quem busca continuamente o crescimento pessoal e profissional, esse aprendizado e essas histórias inspiradoras servem de apoio e impulsionam novas ações e hábitos.

Como de praxe, conversei com alguns amigos depois do evento. É geral a concepção de que nos acomodamos com o tempo e que as histórias de empreendedores de sucesso nos instigam e nos incomodam (no bom sentido). Incomodam por que nos fazem perceber que podemos fazer mais, muito além daquilo que fazemos – pois quem fez, sucedeu.

Deixo mais uma vez meu muito obrigada a quem idealizou esse encontro, e que venham os próximos!

Com amor e admiração,

Luciana Haubrich

Crédito das fotos: Fábio Winter e Lu Freitas

 

Você pode gostar também