Saúde & Bem-estar

SAÚDE & BEM ESTAR | PILATES KIDS: BENEFÍCIOS PARA AS CRIANÇAS DA GERAÇÃO TABLET, POR CRIS MELLO

3 de outubro de 2017

Tive uma infância mágica. Nasci no interior de Taquara, numa época em que a rua era o meu playground. Provavelmente como você, as melhores brincadeiras também envolviam árvore, areia, barro, riacho, rampa. Desde os 6 anos ia a pé à escola, 1 hora de caminhada diária, com direito a goiaba colhida do pé durante o trajeto. Que infância livre! Uma benção!

Porém, o que se vê hoje é uma geração restrita à diversão tecnológica e às brincadeiras que oferecem segurança, para o sossego dos pais (inclusive o meu). A partir do ano 2000 as pesquisas mostram o aumento do número de crianças obesas e deprimidas, consequência do sedentarismo e da falta de vivência de sua própria natureza. Aparecem colunas com patologias cada vez mais precoces (escolioses, desgastes de coluna), encurtamentos musculares, dores nas costas, ombros e punhos. Estudos no Reino Unido apontaram que 75% das crianças referiam alguma dor nas costas depois de tempo prolongado com eletrônicos.

Fonte Site Revista na Mochila

Cada ano que passa tenho recebido um público cada vez mais jovem no estúdio, buscando no Pilates a prevenção deste quadro ou como tratamento por indicação médica para correção do que já se instalou. Quando um aluno traz exames de imagem (RX, ressonância), percebe-se uma configuração de coluna que não era comum há anos atrás. Por ficar muito tempo sentados, cabeça baixa, numa posição de flexão total do corpo (semelhante à posição fetal), os músculos se tornam tensos, fracos e encurtados, levando à deformidades e dores.

Percebendo esta morbidade preocupante e definitiva, surgiu em 2006 nos EUA o Pilates Kids, uma forma de tratar as crianças desta geração. A idade para começar depende de cada criança, mas por volta dos 6 a 8 anos já estão aptos a participar com entendimento e aproveitamento dos exercícios.

Fonte: Blog Pilates

O ambiente de um estúdio é lúdico até mesmo para nós adultos. Tudo é colorido, com bola de vários tamanhos e tantos outros acessórios! Os aparelhos com molas, que deslizam, que se pode deitar, sentar, subir e descer. O Pilates é tão democrático que, sim, até as crianças amam, porque o exercício vira brincadeira!

As turmas com crianças devem ser pequenas e com mesma faixa etária para a melhor integração do grupo. O professor deve ser criativo e estimular exercícios dinâmicos, em forma de circuitos, desafiando o controle do corpo, recrutando a musculatura para uma melhor resistência e flexibilidade. O principal está no foco da ludicidade e no aprendizado de si mesmo.

Os benefícios são muitos:

Melhora a coordenação motora;

Estimula a postura correta;

Previne lesões por encurtamento e fraqueza muscular;

Aumenta a concentração;

Potencializa o desempenho em outros esportes;

Otimiza a função cárdio-respiratória;

Promove a vivência do próprio corpo, aguçando o auto-conhecimento e a humanização.

Fonte: Vitta Lisa

É importante que os pais estejam atentos aos seus filhos e limitem o sedentarismo. Temos que pensar a longo prazo se quisermos que nossos pequenos desfrutem de um corpo sadio, leve, sem dores.

Nos vemos em novembro!

Foto de capa – Fonte: www.revistaestilolivre.com.br

Você pode gostar também