Pets

PETS | PRAZER, MÉDICA VETERINÁRIA, POR BIANCA SCHMIDT

9 de outubro de 2017

Eis que então surge, finalmente, uma oportunidade para eu escrever sobre algo que eu amo: medicina veterinária. Para ser mais exata – e sincera – sobre cães e gatos. Quem me conhece sabe que eu tenho sim, uma paixão disparada por cachorros. Pequenos, grandes, peludos, coloridos. Sinto uma conexão muito forte com eles. Porém, ao longo dos anos, dentro e fora da medicina veterinária, aprendi a apreciar, amar e respeitar o jeito felino de ser.

Dito isso, gostaria de dar as boas vindas a todos que se juntarão comigo nesse espaço onde teremos a oportunidade de desenvolver uma conversa (sim, uma troca entre tutor e veterinário) sobre os mais diversos assuntos relacionados ao mundo pet. Confesso que ainda não encontrei uma identidade sólida para esse espaço, mas acredito que ao longo do tempo irão surgindo novos tópicos e ideias para serem compartilhadas e que irão preencher essa lacuna.

Meu intuito aqui é tentar unir os dois mundos. Que seja possível existir um olhar técnico – e até mesmo, crítico – em relação aos assuntos envolvendo nossos peludos, sem esquecer da importância que eles ocupam, cada vez mais, nas nossas vidas e nas nossas famílias. Até porque, além de veterinária, me considero mãe dos meus cachorros e sim, na hora em que acontece algo com eles, eu viro tudo, menos veterinária.

Devido ao desafio de ter que saber ponderar entre as duas realidades em que me insiro, acredito ter desenvolvido uma sensibilidade única e válida para que possamos discutir assuntos de uma maneira saudável e, principalmente, sinérgica. Na qual eu ofereço o que sei e absorvo o que me falta.  Afinal, acho que existe uma carência de um espaço para que aconteça essa troca de informação já que, na era da tecnologia e das redes sociais, é muito fácil compartilhar todo e qualquer tipo de conteúdo. Porém, ainda é muito difícil conseguir filtrá-lo.

Por fim, gostaria de lembrar que serão abordados os mais diversos temas, sempre relacionados ao bem estar e saúde animal. E que, dessa nossa conexão feita através da internet, seja possível discutirmos – e ponderarmos – sobre a forma mais correta de disseminação das informações. Somada, é claro, à um conteúdo veterinário de qualidade, informativo e prático.  Lembrando que isso não irá substituir, em hipótese alguma, a avaliação presencial mas vai proporcionar um maior entendimento e aproximação dos laços entre tutor e veterinário.

Você pode gostar também