Viagem

ESPECIAL DESTINOS | MILÃO Parte III – A ROTA DA MODA, por Christian Thomas

4 de dezembro de 2017

Milão é um dos principais centros de moda do planeta. São 12 mil empresas voltadas à área, 800 salas de apresentações e 6 mil pontos de venda. Os mais importantes estão localizados no quadrilátero da moda, que compreende as ruas Vittorio Emanuelle, Via Della Spiga, Via Manzoni, Montenapoleone, Via San Andrea e todas as pequenas transversais que estão localizadas nessa área. A Corso Buenos Aires dista um pouco do centro, nada que não possa ser caminhado, e é importantíssimo centro comercial da cidade. Apesar de ter alguns estabelecimentos de marca, é mais conhecido como comércio mais acessível para os habitantes. Corso Como, próximo à Porta Garibaldi, a segunda mais importante estação de trem da cidade, é rua importante, tanto para o comércio quanto para vida noturna, igualmente. Fica ao lado do novíssimo e ultra moderno centro de negócios, “Progetto Porta Nuova”, um conjunto de torres de arquitetura moderna e impressionantemente magnífico. Tem a intenção justamente de contrapor a arquitetura predominantemente antiga do local.  Corso Como é o local por onde desfilam as celebridades durante as semanas de moda da cidade. Vida intensa, diurna e noturna. Prato cheio para quem busca visual “cool” e moderno nos indivíduos. Mario Prada, o proprietário da tão conhecida marca PRADA, é milanês, e representa muito bem o que se quer dizer sobre Milão ser um centro de moda no mundo. Por cima, esse é o roteiro que quem busca moda, procura em Milão. Logicamente que a concorrida semana de moda de Milão é o acontecimento mais importante do ano. Fotografar convidados e participantes em geral é programa imperdível para quem curte e trabalha com moda.

A Fiera Milano, espaço gigantesco localizado em Rho, na periferia de Milão, no caminho para o aeroporto de Malpensa, é a segunda maior área para eventos no mundo, perdendo apenas para a feira de Hannover na Alemanha. Nesse complexo tem lugar as duas edições da Lineapelle, feira de lançamento de matérias primas ( geralmente ocorrendo em Fevereiro e Setembro – mas nesse ano foi em Outubro ). Também é onde ocorre a fera MICAM, de vendas de produtos terminados. Igualmente, foi palco da incrível EXPO 2105, a feira mundial que ocorreu nessa época na Itália, e que falou sobre alimentação no mundo (próxima edição será em 2020 em Dubai), a qual também fizemos completa cobertura (pesquisar em www.studio10rs.com.br). Todos os meus roteiros pela cidade, mapeados e devidamente identificados podem ser achados no mesmo site do STUDIO 10.

Depois dessa breve apresentação de Milão, dá para entender melhor o motivo de tanta fonte para conhecimento. Viajar a Milão é uma aventura gastronômica, cultural e profissional, sem precedentes. As compras são sempre atrativas e as opções são as melhores possíveis.

Street Style é a minha preferência de trabalho na cidade capital mundial do design. Caminhar por Milão e fotografar tudo o que aparece pela frente, gente, arquitetura e comportamentos, é o que mais me fascina no trabalho e me dá a certeza de ter a oportunidade de ver coisas muito diferentes a cada visita. Em 26 anos desde a primeira viagem, foi um oceano de possibilidades, outro oceano de prazeres e um terceiro de aprendizado e de negócios.

Se fores pela primeira vez, serás muito bem recebido!

Se fores de novo, confirmarás a receptividade!

Se fores muitas vezes, nunca cansarás de ir.

Mas, se ainda não foste… Estás a esperar o que mesmo para ir?

Afinal, pesquisar moda tem um significado muito maior do que só fotografar e visitar lojas com belas vitrines. Pesquisar moda é, acima de tudo, buscar conhecimento, acumular informações e entender a cultura e os motivos, pois, sim, para tudo há motivos. Tudo é consequência de alguma coisa e acabará sendo causa de outras. Se você sempre foi a Milano sem saber o motivo, espero que tenha entendido melhor a grande razão de estar sempre em nossos roteiros.

Christian Thomas

STUDIO 10

Você pode gostar também