Saúde & Bem-estar

BEM ESTAR | BEBIDAS ALCOÓLICAS: COMPROMETEM SUA DIETA? POR ALINE FURLAN

21 de Março de 2018

É quase improvável que nos encontros sociais, familiares ou com amigos, não seja oferecido à você um aperitivo, uma cervejinha ou outras bebidinhas para “relaxar” ou até para acompanhar a refeição, como um vinho, por exemplo!

No entanto, entre uma dose e outra você pode, infelizmente, por à perder o esforço investido na sua dieta e na busca de um estilo de vida mais saudável, com menos gordura e mais saúde. O álcool além de trazer alterações para o seu metabolismo, é altamente calórico e não possui nutrientes importantes ao organismo, por isso são chamadas de calorias vazias. Imagine que cada 1g de álcool possui 7Kcal (calorias por grama) , bem mais do que os carboidratos e proteínas que contém 4Kcal/g e quase igual a gordura com 9Kcal/g. Essas “calorias vazias” são rapidamente absorvidas pelo organismo e acumuladas como gordura. Então…cuidado!

As bebidas alcoólicas passam, cada uma, por processos diferentes de confecção, podendo ser destiladas ou fermentadas até chegarem ao ponto ideal para serem consumidas e esse processo é que determinará seu teor alcoólico e calórico. Veja no quadro à seguir o teor alcoólico e calórico de algumas dessas bebidas :

Essas bebidas quando ingeridas na forma de drinks e aperitivos estimulam ainda mais seu consumo por serem preparadas com açúcares e outros ingredientes que deixam seu sabor mais palatável, porém elevando significativamente seu valor calórico.

 

A ingestão sistemática de álcool, além de comprometer sua dieta, pode trazer implicações sérias para seu corpo, desde alterações na absorção de vitaminas e minerais até comprometimento de órgãos vitais como o pâncreas e o fígado. Ainda, o consumo dele, até mesmo em pequenas quantidades, frequentemente altera seus reflexos, a percepção da realidade e deixa-o mais susceptível ao consumo de outras substâncias maléficas para sua saúde.

No entanto, se gosta e não quer abrir mão de consumir sua bebidinha favorita socialmente, você pode utilizar alguns pequenos truques que podem ajudar a experimentá-las sem sabotar sua dieta.

-Faça uma refeição antes de ingeri-las: o álcool estimula a fome, então, o melhor é fazer uma refeição antes do evento em que você irá consumi-lo, pois o processo de digestão dos alimentos protege a mucosa do estômago e retarda sua absorção.

-Escolha as menos calóricas: drinks e aperitivos preparados com adoçante são os mais indicados. Se for beber vinho, prefira os secos. Já se a sua opção for a cerveja, as mais escuras, do tipo stout (preta), são menos calóricas.

-Limite o consumo: mesmo escolhendo uma bebida menos calórica, desfrute a experiência com moderação, ingerindo no máximo 2 doses na semana, em momentos que realmente considere especiais.

-Beba muita água: toda dose de álcool deve ser intercalada com uma quantia equivalente de água para retardar o processo de desidratação que o álcool promove, além de reduzir o consumo dele.

Algumas pessoas tem me perguntado se existe uma bebida alcoólica que comprometa menos a dieta ou a saúde! O que se pode dizer é que, algumas substâncias presentes em algumas dessas bebidas, por exemplo, os antioxidantes, no vinho tinto seco e na cerveja, ajudam no combate aos radicais livres e auxiliam na saúde do coração.

Assim sendo, se você não conseguir evitá-las e se puder escolher, prefira as que proporcionam algum benefício para sua saúde, mas consuma com cautela. Mesmo assim, procure elaborar um critério pessoal para eleger os momentos em que realmente o benefício de saboreá-las seja maior que o custo que trarão à sua alimentação e saúde.

Você pode gostar também