Estilo de Vida, Saúde & Bem-estar

O que esperar da astrologia em 2020

12 de dezembro de 2019

Com o adeus a 2019, chega a hora de saber o que os astros reservam para o próximo ano. Tendo o Sol como o regente de 2020, os 365 dias prometem uma energia astrológica voltada a si próprio, à busca e valorização da nossa singularidade.

O que isso significa? A astróloga Virginia Gaia explica melhor como a regência do Sol vai nos impactar em 2020:

“Tivemos a regência de Júpiter em 2018, que nos trouxe crescimento pessoal; em 2019, Marte foi o regente, um planeta que favoreceu muitas brigas. Agora, em 2020, o Sol é o elemento da vez.”

“Com o Sol regendo 2020, ainda é o momento de construir coisas, mas é importante honrar a sua essência, a sua identidade, singularidade, seus talentos pessoais, ainda que estejamos construindo as coisas de um modo saturnino, ou seja, com cautela.”, explica.

Ao chegar no ano regido pelo Sol, saímos de uma fase de brigas [2019, o ano de Marte] e vamos encontrar o nosso lugar no mundo. Vamos perceber que temos um propósito para as coisas e vamos buscar, inclusive, inspiração. O Sol fala de brilho, liderança. É o astro que ‘aparece’.

NO TRABALHO:

A regência do Sol nos fará questionar a vida no trabalho, buscando um sentido na produção laboral que não seja apenas a de obtenção de riquezas.

“É a ideia de que deve existir um propósito. Não basta apenas produzir e fazer dinheiro. Devemos colocar um talento pessoal ali. Também há a busca por destaque, por reconhecimento”, diz Virginia.

NO RELACIONAMENTO:

Quanto ao amor, a individualidade estará em voga também. A regência do astro-rei não deixará de fazer com que a necessidade de se vivenciar relacionamentos existam, mas há condições para que eles aconteçam.

“Essas relações devem existir com alguém que respeite o meu jeito de ser, a minha forma espontânea de estar no mundo.”

Você pode gostar também